domingo, 3 de fevereiro de 2013

A VERDADEIRA RELIGIÃO, O HEDONISMO E OS INTERESSES DE SATANÁS



A VERDADEIRA RELIGIÃO E A OPERAÇÃO CONTRA OS INTERESSES DE SATANÁS

Um dos objetivos da vinda de Cristo foi destruir o pecado e as obras do Diabo. Isso está claro em 1 Jo. 3.5 que diz: “E bem sabemos que ele se manifestou para tirar os nossos pecados”. No versículo 8 do mesmo capítulo, o apóstolo João vai além ao dizer, de maneira bem enfática, que Cristo veio destruir as obras do Diabo.
Esses versículos revelam uma das características de um movimento de Deus: ele se opõe radicalmente ao pecado e ao erro, combate de maneira firme a mentira e as heresias, não aceita, em hipótese alguma, a injustiça e o relativismo moral. Essas características, por incrível que pareça, só estão presentes no Cristianismo Bíblico (há o Cristianismo Religioso, movimento composto por instituições) e não faz parte das ações de nenhum movimento não-cristão, especialmente dos movimentos antiteístas.
Essas religiões não se opõem ao pecado, à mentira, porque falta nelas estruturas espirituais para isso. Muitas delas preferem conquistar os pecadores para suas fileiras por programas religiosos, e nunca através do arrependimento e da conversão, requisitos básicos para a salvação. Esses dois requisitos são doloridos, exigem renúncia dos homens, e as pessoas que não querem abandonar suas vidas de vícios, desregramento moral, liberalismo, jamais abraçarão uma fé que exige compromisso ético e moral. Por essa razão, muitos dos movimentos jamais se oporão aos pecados humanos para não perder fiéis, por isso eles oferecem uma vida fácil, pautada somente pelo amor de Deus, esquecendo-se, dessa maneira, da santidade do Altíssimo e de sua justiça.
Uma das causas para os movimentos não se oporem ao pecado reside no fato de suas doutrinas se basearem em ideais antiteístas. Dentre esses movimentos encontram-se o Materialismo, o Ateísmo e o Evolucionismo. Essas linhas de pensamento partem do pressuposto de que não há um ser transcendente que apresenta ao homem sua ética. Assim, o homem fica livre para criar suas regras, suas leis, inclusive para pecar, fazer tudo o que está na sua vontade. Dessa forma, o que importa para as pessoas é o “sentir-se bem consigo mesmo”. É a ditadura do Hedonismo, dos prazeres e a relativização dos valores éticos e morais.
Concluo chamando a atenção para o fato de que todos os movimentos cristão-evangélicos devem, por compromisso, opor-se ao pecado e a tudo que vai de encontro à ética de Deus: o aborto, o homossexualismo, as drogas, a prostituição, o desregramento moral etc.
Se você, leitor, participa de um movimento que só apresenta o amor de Deus e não enfatiza sua santidade e seu ódio ao erro e ao pecado, desconfie dele. Desconfie, mais ainda, se o seu movimento religioso não confronta você com o seu pecado, é permissivo com tudo o que condena.
Chamo sua atenção, leitor, para o fato de você concordar, silenciosamente, com as novelas imorais, que destroem a família, aceitar os filmes imorais sem criticá-los, investir tempo NA SATISFAÇÃO DE TEUS PRAZERES. Quando você coloca o que você sente, os teus prazeres como referencial para direcionar as tuas ações, você está perto do abismo espiritual.
“… as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados esconderam o seu rosto de vós, de modo que não vos ouça”. Isaías (59.2).

Texto extraído do livro: APOLOGÉTICA, equipando o Cristão para a batalha, de 
Prof. João Moreno de Souza Filho.(livro em fase de conclusão).

2 comentários:

Abner B Gonçalves disse...

Este versículo traduz bem este texto, ou pelo menos em parte...

"Não cuideis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer paz, mas espada; Mateus 10:34"

Abner B Gonçalves disse...

Este versículo traduz bem este texto, ou pelo menos em parte...

"Não cuideis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer paz, mas espada; Mateus 10:34"

QUERO COMPRAR O LIVRO DECIFRANDO OS CÓDIGOS DO MAL

Código para o site