quarta-feira, 23 de julho de 2014

URGENTE...A CAMISINHA NÃO PROTEGE...TUDO...ELES ESCONDEM

      Nos últimos anos, o Governo Federal têm investido milhões de reais em campanhas milionárias incentivando o uso da camisinha. NADA DE NOVIDADE NESSE GOVERNO DO PT QUE EU ACHO LIBERAL.
     Essa estratégia de afirmar que a camisinha protege das DSTs, da gravidez indesejada, só contempla um lado da moeda: O LADO BIOLÓGICO e incentiva o prazer.
     O Governo se esquece que o ser humano é composto por corpo, alma e espírito. AS MAIORES ENFERMIDADES, LOGO, NÃO ESTÃO NO CORPO, MAS NA ALMA E NO ESPÍRITO, PARTES DO SER HUMANO QUE A CAMISINHA NÃO CONSEGUE PROTEGER.
     Quando os jovens e adolescentes se entregam ao prazer, confiando na camisinha, estão desprotegendo os sentimentos, a alma e o espírito. Com o tempo sairão machucados, doentes emocionalmente, viciados pelo sexo fácil, presos por um prazer que não resolve os maiores problemas humanos: os emocionais e espirituais.
     A moça que experimenta sexo com vários homens, confiando na camisinha, não encontrará o amor verdadeiro, ela só busca sexo. Ela terá, constantemente, seus sentimentos pilhados pelo desejos dos homens de aproveitar dela, e essa dor, a camisinha não protege.
Cartazes como este só incentivam o sexo,
Porém não informam aos jovens
Os perigos emocionais e espirituais
Do sexo sem comprometimento diante de
Deus, no casamento.
     Isso o Governo Federal não informa nas campanhas, pelo contrário, usa o dinheiro nosso, para incentivar a prostituição, como no cartaz “eu sou feliz sendo prostituta.” ISSO É LIBERALISMO BARATO com o dinheiro dos pobres, das viúvas, dos trabalhadores, sem pedir permissão a eles.
É preciso que os evangélicos se levantem contra esse liberalismo e mostrem que, muito mias do que bios, o ser humano é psique (alma), pneuma (espírito), e a proteção para o interior do homem o ser humano só encontra em Deus. Seguindo a sua ética, é possível os jovens terem mais 
proteção do que a própria camisinha. Como assim? SE PRESERVANDO SEXUALMENTE.


João Moreno de Souza Filho é Evangelista nas Assembleias de Deus,
professor de Teologia, Jornalista e Psicopedagogo. 


O Governo Federal, ao investir dinheiro público, em cartazes como este, mostra que não tem
compromisso algum com a ÉTICA CRISTÃ, COM A MORAL DA MAIORIA DO POVO BRASILEIRO. 










quarta-feira, 16 de julho de 2014

BLOG DO MEC DIVULGA AÇÕES DO PROF. JOÃO MORENO

 Blog do MEC, responsável pela divulgação das ações da Mobilização Nacional Pela Educação, divulga ações do professor João Moreno.
O prof. João Moreno é Mobilizador voluntário do MEC, no plano da Mobilização Nacional Pela Educação, cujo objetivo principal é incentivar os pais a participarem da educação dos seus filhos, a fiscalizarem a escola, divulgar os direitos dos alunos e as responsabilidades do poder público, etc. 

Mais informações sobre a matéria acessem ESTE LINK.







terça-feira, 8 de julho de 2014

MOBILIZAÇÃO PELA EDUCAÇÃO CHEGA A JACUTINGA, MG


             A mobilização Social Pela Educação, através da Assembleia de Deus em Mogi Mirim e do INEB, escola teológica da igreja, chegou, no dia 30 de junho, em Jacutinga, MG.
             No núcleo do INEB que fica na Igreja do Evangelho Cristo em Mim, em Jacutinga, o prof. João Moreno, Mobilizador do MEC, falou, resumidamente, sobre as cartilhas e distribuiu aos alunos do INEB. Falou, também,  sobre a importância de as igrejas se unirem em um comitê sobre educação.
             Jacutinga, de acordo com o site  www.foradaescolanaopode.org.br, tem 4.858 crianças de 4 a 17 anos, sendo que 527 delas, ou seja,  10,8% estão fora da escola. Um dado preocupante que a Mobilização pela educação deve se preocupar.  É necessário que o poder público, as igrejas e as escolas se unam para melhorar a educação da cidade e reverter esse quadro de desistência, conforme pode ser visto no diagrama.  
             O pastor  Emerson Silva Fernandes, Igreja do Evangelho Cristo em Mim, disse que é “primordial que os pais participem da educação dos filhos, pois a educação é a única garantia que eles podem dar para um futuro digno dos alunos.” Para o pastor Fernandes, o Estado tem falhado em informar sobre os direitos dos alunos, pois, quando mais informação sobre o tema, mais será a cobrança sobre o próprio Estado.
             Esteve presente em Jacutinga, o pastor Presidente da Assembleia de Deus em Mogi Mirim, e Diretor Geral do INEB, Valdeny Carneiro de Oliveira, e sua esposa, Raquel Carneiro de Oliveira, coordenadora geral do INEB.   
             Seguem as fotos do encontro.


Alunos do INEB com as cartilhas da mobilização.

Em Jacutinga, MG, cerca de 527 crianças de 4 - 17 anos estão fora da escola. 

Pastor Emerson Silva Fernandes com o prof. João Moreno.



              

QUERO COMPRAR O LIVRO DECIFRANDO OS CÓDIGOS DO MAL

Código para o site