sábado, 17 de dezembro de 2011

LEI DAS PALMADAS - Um presente de natal dos Deputados para as crianças e os adolescentes rebeldes

Na quarta feira, 14 de dezembro de 2011, a Câmara dos Deputados deu UM PRESENTE DE GREGO para os pais brasileiros. Foi aprovada a chamada LEI DAS PALMADAS, Lei que punirá os pais pelo simples fato de darem uma palmadinha no bumbum dos filhos. SERÁ A FESTA PARA OS ADOLESCENTES E PARA AS CRIANÇAS REBELDES. Já contavam com o ECA, agora eles contam com mais uma lei que COLOCARÁ OS PAIS CONTRA A PAREDE.... Pergunto, então: OS PAIS PRECISAM DA PUNIÇÃO OU DO APOIO DO ESTADO? Agora será mais grave dar uma palmada no bumbum, quando a criança gritar com os pais, desrrespeitá-lo, do que um adolescente roubar, participar de quadrilha ou bando, etc. ELES TEEM A PROTEÇÃO DO ECA (Estatuto da Criança e dos Adolescentes), os pais teem a Lei das Palmadas contra eles. E AGORA, PARA ONDE IREMOS? QUE DEUS ILUMINE OS SENADORES.

Prof. João Moreno de  Souza Filho



A IMPORTÂNCIA DO BRINCAR PARA AS CRIANÇAS - PARTE 01 - Prof. João Moreno de Souza Filho.


Prof. João Moreno de Souza Filho.

A IMPORTÂNCIA DO BRINCAR PARA AS CRIANÇAS - PARTE 02

Por prof. João Moreno de Souza Filho.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

A DANÇA DAS CADEIRAS EM PINDAMONHANGABA E A FRAGILIDADE DOS PARTIDOS

O princípio da FIDELIDADE PARTIDÁRIA já foi consagrado pelo SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL. Isso é muito importante pois impede a tal BARGANHA PARTIDÁRIA através da qual muitos políticos iam (num passado recente), de um partido para o outro, como macacos vão de galho em galho.


Porém, ao que parece, EM PINDA A FIDELIDADE PARTIDÁRIA NÃO PRENDEU ALGUNS VEREADORES QUE SE DIVORCIARAM DE SEUS PARTIDOS. Ricardo Piorino, Presidente da Câmara de Vereadores, deixou o PPS e foi para o PDT. Alexandre Faria se divorciou do PSB e JÁ “CASOU” COM O PT. O Dr. Marco Aurélio abandonou o DEM e “oficializou o casamento” com o PR, e o Dr. Isael Domingues abandonou as asas do PSDB para andar nos trilhos do PV. Bom, pelo menos é mais seguro andar nos trilhos do que se aventurar num vôo sem destino certo.

Independente dos argumentos (e todos eles criaram argumentos) que eles apresentaram abandonarem “as juras de amor” feitas pelos partidos antigos, há perguntas que falam mais alto do que as festas feitas em seus novos partidos. As perguntas são:

1. Onde ficou o princípio da fidelidade partidária?

2. Os partidos que viram seus eleitos (E ELES FORAM ELEITOS PELOS PARTIDOS) vão pedir os mandatos de volta na Justiça Eleitoral?

3. Se sim, teremos uma briga boa. Se não, ELES –OS PARTIDOS - SAIRÃO DESMORALIZADOS.

4. Por que eles deixaram seus partidos: Conveniência Política? Perseguição? Aventura política?

Bem, independente das respostas acredito que todos os ilustres vereadores aqui citados são homens inteligentes e têm uma boa assessoria jurídica. Porém eu gostaria de aproveitar esta dança das cadeiras no legislativo de Pinda para chamar a atenção PARA AS FALHAS DO SISTEMA POLÍTICO BRASILEIRO.

O sistema político brasileiro é fraco por várias razões: Ineficiência partidária, burocracia, leis políticas arcaicas, corrupção, despreparo da maioria dos políticos, fragilidade dos tribunais eleitorais regionais, A PARTIDARIZAÇÃO DA POLÍTICA.

Alguém pode perguntar: Mas como faremos política sem partidos políticos? Bem, NÃO DEVERIAMOS DEPENDER, DE MANEIRA TÃO FORTE, DOS PARTIDOS POLÍTICOS. Eles deveriam ser, em essência, a ponte para a eleição dos políticos. Porém, uma vez eleitos, OS POLÍTICOS DEVERIAM SER A VERDADEIRA EXPRESSÃO DA VONTADE POPULAR, o que não ocorre, pois, no Brasil de hoje, se um político votar contra a direção de seu partido ele pode sofrer sanções, e dependendo de sua ação, ELE PODERÁ ATÉ NÃO TER LEGENDA PARA O PRÓXIMO MANDATO. O que é um erro, pois, discordando um pouco do Supremo Tribunal Federal, O MANDATO NÃO É SOMENTE DO PARTIDO, É TAMBÉM DO POVO QUE DEU SEU VOTO E DO POLÍTICO QUE LUTOU PARA CONQUISTAR E SER O MAIS ELEITO EM SEU PARTIDO, logo, a responsabilidade deveria ser compartilhada.

O que eu defendo, e já há proposta no Senado Federal neste sentido, é que a legislação deveria abrir margem para termos candidatos independentes, seriam os políticos apartidários, logo, eles não ficariam presos a burocracia e aos interesses partidários. Bom, mas este tema dá pano para as mangas, milhares de mangas.

Voltando para o legislativo de Pinda. Há quem diga que a Câmara ficou mais colorida, porque, hoje, há mais partidos representado: PR, PV e PT. Mas isso tem muita importância se seus novos vereadores não nasceram em seus ninhos? O que eu quero dizer com isso? Responderem perguntando:

• O Vereador Alexandre Faria CONCORDA COM TODAS AS IDEOLOGIAS POLÍTICAS DO PT?

• O Dr. Isael Domingues concorda com todos os pensamentos do PV, INCLUSIVE O PENSAMENTO QUE DEFENDE A LIBERALIZAÇÃO DAS DROGAS?

• As mesmas perguntas vão para o Dr. Marco Aurélio e para o Vereador Ricardo Piorino em seus novos partidos.

Como pode-se perceber, o assunto é extenso e não tem fim, porém, como tenho limites, termino expressando minha admiração por todos os vereadores aqui citados, não só porque já tive contato com todos eles, mas porque eles têm serviços prestados à população de Pinda. O que eu quero é que este texto sirva de reflexão, da parte da população e dos partidos em Pinda, para aperfeiçoarmos nossa democracia. Num outro texto falarei sobre a presença dos vereadores na Câmara de Pinda.

Um abraço a todos.

Prof. João Moreno.

Ministro do Evangelho, Professor, Jornalista, Psicopedagogo.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

CARACTERÍSTICAS DOS DOMICÍLIOS DE PINDAMONHANGABA-SP - CENSO DO IBGE 2010

CARACTERÍSTICAS DOS DOMICILIOS DE PINDAMONHANGBA-SP


41.144 casas.
1.259 apartamentos.
Famílias que moram em casa própria – 31.376.
Residências alugadas – 7.531.
Domicílios que têm poço ou nascente na propriedade – 1.293.
Domicílios cujo lixo é queimado na propriedade – 455.
Domicílios cujo lixo é enterrado na propriedade – 72.
Domicílios sem medidor de energia elétrica – 544.
Domicílios que não teem energia elétrica – 120.
Domicílios CUJO RENDIMENTO VAI ATÉ ½ (meio) SALÁRIO MÍNIMO – 543.
Domicílios cujo rendimento familiar vai de ½ até 1 salário mínimo – 3.638.
Domicílios cujo rendimento familiar vai de 1 a 2 salário mínimo – 8.673.
Domicílios com rendimento familiar de 2 a 5 salários mínimos – 17.541.
Domicílios com renda mensal familiar de 5 – 10 salários mínimo – 8.246.
Domicílios com renda mensal de 10 a 20 salários mínimos – 2.546.
Domicílios com renda familiar acima de 20 salários mínimos – 810.

PINDA TEM MAIS IDOSOS DO QUE CRIANÇAS

O censo do IBGE 2010 mostrou que Pindamonhangaba tem mais idoso do que crianças.
CRIANÇA DE 0-9 ANOS – 20.956.
IDOSOS ACIMA DE 60 ANOS – 23.985.

Isso deve direcionar o poder público nas aplicações das ações públicas, as entidades sociais nas escolhas de suas ações, as igrejas no direcionamento de sua mensagem e na escolha de seus métodos evangelizadores, e o comércio nos produtos a serem comercializados.

É, A POPULAÇÃO ESTÁ MUDANDO.
Prof. João Moreno.

CARACTERÍSTICAS DA POPULAÇÃO DE PINDAMONHANGABA-SP - CENSO IBGE 2010

POPULAÇÃO TOTAL 146.995

POR SEXO - COR OU RAÇA -NÚMERO DE PESSOAS

GERAL - BRANCA - 95.057
GERAL -  Preta - 6.946
GERAL - Amarela - 1.254
GERAL - Parda - 43.595
GERAL - Indígena - 143

HOMENS - COR OU RAÇA - POPULAÇÃO

 
HOMENS -  Branca - 45.829
HOMENS - Preta - 3.682
HOMENS - Amarela - 634
HOMENS -  Parda - 22.063
HOMENS - Indígena - 80

MULHERES - COR OU RAÇA - POPULAÇÃO


MULHERES - Branca - 49.228
MULHERES - Preta - 3.264
MULHERES - Amarela - 620
MULHERES - Parda - 21.532
MULHERES - Indígena - 63

POR FAIXA-ETÁRIA - COR OU RAÇA - NÚMERO DE PESSOAS


0-4 ANOS - Branca - 7.254
5-9 anos - Branca - 7.127
10-14 anos - Branca - 8.005
15-19 - anos Branca - 7.637
15-17 - anos Branca - 4.609
18 ou 19 anos - Branca - 3.028
20-24 anos  - Branca  - 7.971
25-29 anos - Branca - 8.468
30-34 anos - Branca - 8.051
35-39 anos - Branca - 7.059
40-44 anos - Branca - 6.433
45-49 anos - Branca - 6.334
50-54 anos - Branca - 5.690
55-59 anos - Branca-  4.843
60-64 anos - Branca - 3.525
65-69 anos - Branca - 2.385
70-74 anos - Branca - 1.770
75-79 anos - Branca - 1.181
80-89 anos - Branca - 1.148
90-99 anos - Branca - 170
100 anos ou mais - Branca - 6

0-4 anos - Preta - 206
5-9 anos - Preta - 303
10-14 anos - Preta - 456
15-19anos - Preta - 548
15-17 anos - Preta - 317
18 ou 19 anos - Preta - 231
20-24 anos - Preta - 630
25-29 anos - Preta - 732
30-34 anos - Preta - 654
35-39 anos  - Preta - 593
40-44 anos - Preta - 547
45-49 anos - Preta - 517
50-54 anos -  Preta - 534
55-59 anos - Preta - 424
60-64 anos - Preta  - 306
65-69 anos - Preta - 180
70-74 anos - Preta - 147
75-79 anos - Preta - 80
80-89 anos - Preta - 81
90-99 anos - Preta - 8
100 anos ou mais - Preta - 0

0-4 anos - Amarela - 47
5-9 anos - Amarela - 59
10-14 anos - Amarela - 94
15-19anos - Amarela - 78
15-17 anos - Amarela - 54
18 ou 19 anos - Amarela - 24
20-24 anos - Amarela - 82
25-29 anos - Amarela - 113
30-34 anos - Amarela - 95
35-39 anos - Amarela - 77
40-44 anos - Amarela - 96
45-49 anos - Amarela - 85
50-54 anos - Amarela - 74
55-59 anos - Amarela - 84
60-64 anos - Amarela - 86
65-69 anos - Amarela - 62
70-74 anos - Amarela - 45
75-79 anos - Amarela - 36
80-89 anos - Amarela - 37
90-99 anos - Amarela - 4
100 anos ou mais - Parda - 0

0-4 anos - Parda - 2.465
5-9 anos - Parda - 3.488
10-14 anos - Parda - 4.365
15-19anos - Parda - 4.247
15-17 anos - Parda - 2594
18 ou 19 anos - Parda - 1.653
20-24 anos - Parda - 4.079
25-29 anos - Parda - 4.210
30-34 anos - Parda - 3.703
35-39 anos - Parda - 3.190
40-44 anos - Parda - 2.936
45-49 anos - Parda - 2.692
50-54 anos - Parda - 2.498
55-59 anos - Parda -  2.012
60-64 anos - Parda - 1.427
65-69 anos - Parda - 891
70-74 anos -  Parda - 629
75-79 anos - Parda - 390
80-89 anos - Parda - 324
90-99 anos - Parda - 44
100 anos ou mais - Parda - 5

0-4 anos - Indígena - 4
5-9 anos - Indígena - 3
10-14 anos - Indígena - 11
15-19anos - Indígena - 10
15-17 anos - Indígena - 7
18 ou 19 anos - Indígena - 3
20-24 anos - Indígena - 14
25-29 anos -  Indígena - 9
30-34 anos-  Indígena - 6
35-39 anos - Indígena - 17
40-44 anos - Indígena - 9
45-49 anos - Indígena 19
50-54 anos - Indígena - 10
55-59 anos - Indígena - 7
60-64 anos - Indígena - 10
65-69 anos - Indígena - 6
70-74 anos - Indígena - 3
75-79 anos - Indígena - 0
80-89 anos - Indígena - 5
90-99 anos Indígena 0
100 anos ou mais Indígena 0

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

SUPER NANI EM TAUBATÉ

    No dia 08 de Novembro, em Taubaté, na Associação, a Cris Poli, Super Nani, falou para aproximadamente 500 pais e professores.
     Na palestra ela falou sobre os deveres dos pais como educadores. De acordo com a Cris Poli, educar não é transmitir conhecimentos intelectuais, somente, MAS PRINCIPALMENTE, TRANSMITIR, AOS FILHOS, PRINCÍPIOS DE VIDA, DE ÉTICA, DE VIDA.
      Para ela, os avós, a escola, não são os responsáveis pela educação dos filhos, ELES SÃO COLABORADORES, COM OS PAIS, DA EDUCAÇÃO. OS PAIS É QUE SÃO RESPONSÁVEIS DIRETO PELA EDUCAÇÃO DE SEUS FILHOS.


Eu e a Rosa em momento de autógrafo com a Super Nani.


quinta-feira, 27 de outubro de 2011

JOGUE-SE AO MAR PROFUNDO

"Não se pode viver sem fé. Vez após vez nos é dito: 'o justo viverá pela fé'. E se Deus deu a você muita fé, meu prezado irmão, então pode esperar muitas provas, pois à medida que cresce a sua fé, terá que trabalhar mais e suportar mais.

Os barquinhos pequenos podem permanecer perto da costa, mas se Deus transforma você em um grande barco, carregado de ricas mercadorias, é porque Ele quer que você saiba o que são as grandes ondas como também que você conheça o que é uma grande tempestade." (C. H. SPURGEON - o príncipe dos pregadores).

terça-feira, 18 de outubro de 2011

NO UNIVERSO DE DEUS

"Porque nele vivemos, e nos movemos e existimos..." Atos 17.28. NINGUÉM ESCAPA DO UNIVERSO DE DEUS, nem os ateus. Eles podem criar "bolhas" teóricas para tentar viver à parte, porém eles sempre estarão no UNIVERSO DE DEUS.


Nem o Diabo vive fora do universo de Deus. Pois é, até Satanás está rodeado por Deus. ELE SÓ FAZ O QUE DEUS PERMITE ELE FAZER.

Prof. João Moreno de Souza Filho.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

IGREJAS EVANGÉLICAS E CATÓLICA PODEM REVOLUCIONAR A EDUCAÇÃO NO BRASIL

No seminário internacional da Mobilização Social Pela Educação, em Fortaleza, CE, Heather Weiss, Diretora do Harvard Family Reseach afirmou, categoricamente, que a melhoria da educação só é possível com o envolvimento da escola, da igreja, da comunidade e do Estado.

No Seminário foi falado sobre a importância da participação
das igrejas para a melhoria da educação no Brasil.

Esta união já é realidade na Mobilização no Brasil, pois, diversas igrejas evangélicas (principalmente a Assembléia de Deus) e a Igreja Católica dão grande apoio às ações da Mobilização.

Em Pindamonhangaba, SP, por exemplo, A Assembléia de Deus, Ministério Belém, na pessoa do pastor Euclides Vaz Jùnior, pastor Presidente, tem aberto as portas para o comitê e tem participado das ações, inclusive com suporte financeiro e logístico.


Da esquerda para a direita: Prof. João Moreno e Pastor Euclides Vaz Júnior,
pastor Presidente da Assembléia de Deus, ministério Belém e grande
incentivador da Mobilização Social Pela Educação, em Pindamonhangaba-SP.
 Essa presença assembleiana se mostrou forte no seminário em Fortaleza, com a presença do Presidente da Comissão de Educação e Cultura da CGADB (Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil), pastor Douglas Roberto de Almeida Baptista. Para o pastor Douglas, é muito importante que a Assembléia de Deus vá além dos limites dos templos, na área da educação, e o Seminário Internacional da Mobilização ajudará neste objetivo.
Pastor Douglas Roberto, incentivador da Mobilização
Social Pela Educação na CGADB.

A presença da Igreja Católica também foi muito marcante no seminário. O Sr. Ademir Gimenez Peres, coordenador da Mobilização Social Pela Educação na Zona Leste, São Paulo, coordenador da Diocese de São Miguel Paulista, tem realizado um grande trabalho com a Igreja Católica. Para ele, um seminário como o que ocorreu em Fortaleza só fortalece as ações da mobilização no Brasil.
Ademir Peres, forte mobilizador da Igreja Católica
na Zona Leste de  São Paulo.

Estas ações católicas se estendem por todo o Brasil. Adreia Aparecida de Morais, de Três Lagoas, MS, mobilizadora da educação e pertencente ao movimento Católico Carismático, é um exemplo disto. Como católica carismática ela se demonstrou entusiasmo no seminário, e o que marcou sua vida foram os exemplos e as várias idéias que ela está levando para fortalecer suas ações em Três Lagoas.
Andreia Aparecida, Mobilizadora da Igreja Católica
e da Votorantim, em Três Lagoas, MS.

Esses exemplos deixam claro que as igrejas estão, cada vez mais, abraçando a causa da educação, e de acordo com Heather Weiss, isto é muito poderoso e pode revolucionar a educação no Brasil.

Por: Prof. João Moreno de Souza Filho.

SEMINÁRIO INTERNACIONAL DA MOBILIZAÇÃO SOCIAL PELA EDUCAÇÃO

Nos dias 12 – 14 de outubro de 2011, participei do 1° SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL PELA EDUCAÇÃO, EM FORTALEZA-CE.

Eu (prof. João Moreno) no Stand do Comitê da Mobilização Social Pela Educação de
Pindamonhangaba-SP. 

Com o tema INTERAÇÃO ENTRE A FAMÍLIA, ESCOLA E A COMUNIDADE, o seminário contou com palestrantes nacionais e internacionais e reuniu 500 pessoas de todos os Estados do Brasil e do Distrito Federal, incluindo dezenas de secretários de educação, centenas de professores e mobilizadores da educação.

500 pessoas de todo o Brasil participaram do Seminário.

Na abertura do seminário houve um protesto dos professore do Estado do CE, que lutam por melhoria salarial, e nesta luta sofreram dura repressão da Polícia Militar. Para o professor Armando Viana Alves, “investir em edifício é uma plataforma eleitoreira, já o salário dos docentes não gera visibilidade”, porém, de acordo com Viana, “O PROFESSOR É A ALMA DA EDUCAÇÃO”.


Professores do Ceará, protestando por melhores salários.

Após o protesto, o Secretário Executivo Adjunto do Ministério da Educação, Sr. Francisco das Chagas,  falou sobre a importância de se cuidar bem dos professores. Em suas palavras ele destacou pontos importantes na valorização dos professores: salário, carreira, condições de trabalho, etc.

Francisco das Chagas - Salário, Carreira e Condições de Trabalho
são importantes na valorização do professor.

Ao falar sobre a mobilização e suas características, Bernardo Nieto, Especialista em Mobilização e Reformas Educacionais, da Colômbia dise que “toda mudança social exige mudança de estilo de vida, de ideologia, de cultura.”, aplicando para a educação, podemos dizer que a educação brasileira só mudará, de fato, se houver uma mudança profunda nos ideais dos pais, de todos os brasileiros, no que concerne a educação. Na verdade, se todos os brasileiros valorizarem educação da mesma forma que valorizam o futebol, com certeza haverá uma revolução educacional no Brasil.

Ao falar sobre a educação nos Estados Unidos, Heather Weiss, Diretora do Harvard Family Reseach Project, disse, por teleconferência que “o envolvimento familiar não é só um programa, deve ser algo continuado”. De acordo com Weiss, “este processo é muito poderoso na educação das crianças, e deve envolver não somente as famílias, mas o Estado, as igrejas, toda a sociedade.” Para ela, “a educação é um processo para a vida inteira”. Ela ainda falou sobre os ingredientes que dão sucesso na educação nos Estados Unidos: Diretores com liderança, clima que apóia a aprendizagem, professores bem preparados, forte currículo escolar, o que gera grande fonte de aprendizagem e envolvimento com a família e a comunidade.
Norman Gall - Instituto Fernand Braudel.

Norman Gall, diretor do Instituto Fernand Braudel disse em seu discurso que os pais precisam perguntar aos Deputados Federais e Estaduais, aos Governadores: por que tantos professores faltam nas escolas públicas? Em suas palavras ele disse que há diretores que não entram na sala de aula, o que é um ponto negativo.

Em sua crítica, Gall perguntou: Por que a classe política dá tão pouca atenção aos problemas da educação? E concluiu dizendo: “a responsabilidade está com os pais. Eles devem pressionar os governantes para que a educação melhore.”

O ponto alto do evento se deu no dia 14, com a palestra de Bernardo Toro, Filósofo e educador colombiano, um dos mais importantes pensadores e autores sobre educação e democracia na América Latina. Em seu discurso, Toro disse que “Todo sistema de qualidade deve ter um norte Ético”, querendo dizer que para a educação melhorar, é importante que a ética seja a base de todo o sistema educacional.

Toro, em seu discurso disse que para a melhoria da educação brasileira são necessários: bons políticos, bons educadores e boa industria cultural que envolve bons escritores, desenhistas, artistas, ilustradores, etc. É esta industria que alimentará a educação com os saberes necessários.

Ao exaltar os educadores, Toro disse que docente é o pior nome que um educador pode ter. Para ele, “a profissão do educador não se limita a dar aula, mas consiste em garantir que os alunos aprendam o que tem que aprender no tempo que precisam aprender.


BERNARDO TORO - "para a educação melhorar são necessários:
bons políticos, bons educadores, boa industria cultural."

Toro disse, ainda, que “para a educação brasileira melhorar é importante que os filhos dos políticos estudem em escola pública.” Sobre este ponto eu não concordo, pois há problemas que transcendem à presença dos filhos dos políticos em escola públicas cujas raízes são culturais, estão presentes na estrutura familiar brasileira, etc.

Porém uma coisa é certa, se todos dermos as mãos: igrejas, comunidade, escola, o entes federados, melhoraremos, sem dúvida, a educação brasileira. Porém é um investimento para gerações que não pode excluir a ampliação de recursos para a educação que defendo que seja de 10% do PIB.

Ao final do encontro, Linda Goulart, líder da Mobilização no Brasil e Assessora especial do Ministro da Educação, disse que o encontro "é uma comemoração da maior idade da Mobilização Social Pela Educação", e festejou o fato de hoje, termos parcerias com secretarias de educação em todo o Brasil.


Professora Linda Goulart.

Professor João Moreno de Souza Filho

Jornalista,

Psicopedagogo.

Acessem:
http://www.comitepinda.blogspot.com/



sábado, 15 de outubro de 2011

SER EDUCADOR

Ser educador transcende aos atos de dar aula, avaliar, corrigir provas, isto porque educar é:

Ensinar a aprender;


Transformar mentes;


Desconstruir ideologias arcaicas e plantar a sabedoria que transforma a vida, os sistemas;


Instrumentalizar para a vida;


Dar significado aos significados;


Plantar e regar a semente da esperança na vida dos alunos machucados por uma realidade econômica cruel, que machuca a alma e dilacera o espírito;


Mostrar o caminho para o futuro e fortalecer os alunos nesta caminhada;

Ser educador é ... bem, não há limites para dizer o que significa ser um educador.

Por isso, professores, bem, digo, EDUCADORES, não nos curvemos à má gestão pública, à falta de apoio dos governos e da sociedade, pois vocês são EDUCADORES, e isso por si só já nos ENCHE DE ORGULHO PELO QUE SOMOS E PELO QUE FAZEMOS.

Parabéns professor pelo seu dia.

Abraços a todos.

(Prof. João Moreno.)

sábado, 1 de outubro de 2011

CONCRETO E EDUCAÇÃO NO GOVERNO BRASILEIRO

É correto o Governo investir bilhões do suado dinheiro público em estádios de futebol PARA SATISFAZER A EMOÇÃO PASSAGEIRA DE MUITOS (SÓ DURA UM MÊS), enquanto há milhares de escolas públicas sem estruturas adequadas, milhares de professores em depressão e milhões vivendo abaixo da linha da pobrezA?

QUAIS DEVERIAM SER AS PRIORIDADES DIANTE DAS NECESSIDADES DO NOSSO PAÍS?

SERÁ QUE PAR...A NOSSO GOVERNO CONCRETO VALE MAIS DO QUE GENTE?

Abraços a todos.

Prof. João Moreno

domingo, 25 de setembro de 2011

PASSEATA E ESCOLA DE PAIS ENCERRAM A SEMANA DA EDUCAÇÃO DE PINDA

Por João Moreno de Souza Filho.

Com o tema A COLABORAÇÃO DA ESCOLA, DA FAMÍLIA E DA COMUNIDADE PARA A MELHORIA DA QUALIDADAE DA EDUCAÇÃO, a segunda semana da mobilização social pela educação de Pindamonhangaba foi encerrada com uma ESCOLA DE PAIS E COM UMA PASSEATA EM FAVOR DA EDUCAÇÃO.
PROFESSORES PRESENTES À ESCOLA DE PAIS

A ESCOLA DE PAIS foi uma palestra para professores das redes municipal e estadual de ensino, e ocorreu no auditório da FAPI (Faculdade de Pindamonhangaba). Na palestra, a Psicóloga e Psicopedagoga Sandra Maria da Silva Costa falou sobre PROBLEMAS NA APRENDIZAGEM E CAMINHOS POSSÍVEIS PARA QUE PAIS E PROFESSORES POSSAM SUPERÁ-LOS.


Psicóloga Sandra Maria, palestrante da ESCOLA DE PAIS.
Em sua prédica a Psicóloga Sandra disse que “a família é a 1ª grande matriz educadora ; a escola é a grande matriz socializadora e educadora. Se a família e a escola falharem, os alunos terão problemas no convívio com a sociedade.”

Para ela o professor, em muitos casos, é a única referência que o aluno tem, isto porque os pais não se fazem presente na educação de seus filhos. E isto é um grande desafio para os educadores.

No final da semana de mobilização social pela educação de Pinda, foi realizada, no sábado, dia 24 de setembro, a PASSEATA EM FAVOR DA EDUCAÇÃO. Neste evento, membros do comitê da mobilização de Pinda marcharam pelas ruas da cidade entoando o grito de guerra: “para a educação melhorar, todos devem participar”.

Estiveram presentes na passeata diversos setores da sociedade: igrejas evangélicas, Universidades, alunos, pais, amigos da escola e autoridades, dentre elas o Exm° Prefeito João Antonio Salgado Ribeiro.

Cartilhas do MEC foram disttibuídas à população.


Na praça central da cidade foram distribuídas, à população, milhares de cartilhas “Acompanhem a Vida Escolar de Seus Filhos e o Comitê da Mobilização Social Pela Educação de Pinda foi cumprimentado por autoridades e pela sociedade presentes na passeata.


Visão Geral dos participantes.

No final, o Prefeito de Pinda, João Ribeiro, disse que a Prefeitura sempre apoiará eventos como os realizados pelo comitê de Pinda e colocou a Prefeitura à disposição para futuras parcerias.

Tenda, cedida pela prefeitura, local do palanque.
Nas mesas, as cartilhas do MEC, produzidas pela
Prefeitura Municipal.
Prefeito de Pinda, João Antonio Salgado Ribeiro, falando ao público
na concentração após a passeata.

Da esquerda para a Direita: Simone Braça (vice-Presidente do Comitê), Centro,
Prof. João Moreno (Presidente do Comitê da Mobilização de Pinda),
a Esquerda, Vereadora Geni Dias Ramos, autora da Lei que criou
a Semana da Mobilização Social Pela Educação
de Pinda.

Doris Cardoso Prudente Bertolino, Iniciou a Mobilização Pela
Educação em Pinda, falando ao público.

Sessão Solene realizada na Câmara Municipal resgata o valor e a dignidade dos professores

Notícia classificada na área: Departamento de Comunicação

Evento destacou a importância do magistério e do trabalho em conjunto entre família, comunidade, igreja e Poder Público



A Câmara de Vereadores de Pindamonhangaba realizou, na segunda-feira (19), Sessão Solene em comemoração a abertura da Semana da Mobilização Social pela Educação, por intermédio da Lei Municipal nº 5.077/2010, de 16 de Julho de 2011 e do Requerimento 204/2011, de 15 de agosto de 2011, ambos de autoria da vereadora Geni Dias Ramos – Dona Geni.



Na ocasião, foram homenageadas as professoras: Mara do Amaral Machado Leonel, da REMEFI Manoel César Ribeiro e Valéria Aparecida Ribeiro César de Araújo, da E.E. Eloina Salgado Ribeiro. O orador oficial da sessão foi o professor João Moreno de Souza Filho, que destacou a importância do tema da homenagem “A colaboração da escola, da família e da comunidade para a melhoria da qualidade da educação”. “Esse tema representa muito bem o que tem acontecido em Pindamonhangaba, pois o município tem uma união muito forte entre escolas, igrejas e Poder Público, objetivando a melhoria na educação”, afirmou. Para abrilhantar o evento, a sessão contou ainda com os acordes da Orquestra da Assembléia de Deus – Ministério Belém.

Akim/AgoraVale



O vereador Abdala Salomão (PSDB) presidiu os trabalhos desta noite e estiveram presentes a vereadora Geni Dias Ramos – Dona Geni (PPS) e os vereadores José Carlos Gomes – Cal (PTB), Dr. Marcos Aurélio (DEM ), Martim Cesar (DEM) e Dr. Jair Roma (PPS). Abdala encerrou o evento, ressaltando o trabalho do magistério e a importância da educação no município. “Gostaria de agradecer a dedicação de todos os professores, pois vocês executam suas atividades com amor e carinho, e isso é muito importante, pois precisamos evoluir em todos os segmentos da nossa sociedade pindamonhangabense, e a educação é a primeira que temos que nos empenhar ao máximo”, finalizou.



Matéria extraída, literalmente, do site da Câmara de Vereadores
de Pindamonhangaba.

http://embras.net/wpi4/wpi_cmpinda/_xtras/wpi_mostra_ultima_noticia_destaque_novo.php?&ref_noticia=3513

sábado, 17 de setembro de 2011

EDUCAÇÃO: VALOR E DESAFIOS

"A Educação é importante em todos os sentidos: ela fortalece a sociedade, dignifica o ser humano, dinamiza a economia, pode unir a família e nos leva a enxergar o futuro. Por isso éla é o pavimento para o desenvolvimento do Brasil, o pilar para a sustentação da grandeza brasileira." Prof. João Moreno.



Com esta afirmação acima, na qualidade de Presidente do Comitê da Mobilização Social Pela Educação de pinda, dou início à semana da Educação de Pinda que se iniciará amanhã, dia 18 de setembro e terminará, no dia 24 com uma passeata.

Agradeço a todos os pindenses que escolheram um tema propício, atual e relevante: A COLABORAÇÃO DA ESCOLA,  DA FAMÍLIA E DA COMUNIDADE PARA A MELHORIA DA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO.

Sei, sem sombra de dúvidas, que na educação não há romantismo nem varinhas mágicas que podem ser utilizadas para resolver todos os problemas da educação em nosso país.
Porém tenho plena certeza que como seres criados à imagem de Deus, podemos transformar, "no passo do gado", a educação de Pindamonhangaba e vencer os desafios que se apresentam diante de nós.

Precisamos entender que O QUE NOS FAZ TROPEÇAR NÃO SÃO AS GRANDES MONTANHAS.  NÓS TROPEÇAMOS NAS PEQUENAS PEDRAS. Aplicando isso à educação posso dizer que, os grandes problemas da educação são resultados de pequenos problemas que têm origem nas famílias, nas pessoas, em toda a sociedade.

Assim, o mal comportamento dos alunos, em sala de aula é fruto da falta de limites e da autoridade paterna; a falta de litura se deve à falta de valores que se dão aos livros, nas milhares de casas dos brasileiros. Prefere-se, em muitas casas, ter centenas de cds piratas, dvds piratas, a livros que transformam, que mudam os conceitos e as ideologias.

A mudança desses problemas não cabe somente ao Estado, mas também às igrejas, entidades puramente educadoras, transformadoras. Por isso, não nos cansamos de convidar os pastores, os padres, para juntos incentivarmos para que o nosso povo participe da educação de seus filhos.

Sei que os desafios podem ser grandes e volumosos, mas a Bíblia Sagrada diz: "Se te mostras frouxo no dia da angústia, a tua força será pequena", Pv. 24.10.

Aplicando esta verso à educaçao posso dizer que devemos, diante dos desafios, aplicar mais energia, utilizar mais força para que o resultado seja positivo. Isso é importante por causa do valor da educação: Ela transforma as pessoas, logo, pode transformar o pais.

Na verdade, a estrada para o Brasil chegar, completamente e por igual, ao primeiro mundo, chama-se EDUCAÇÃO, e  é pavimentada com o suor e com os neurônios de todos os professores.

Pabéns professores,
Parabéns alunos,
Parabéns Pindamonhangaba Pela Segunda Semana da Mobilização Social Pela Educação.

Prof. João Moreno.
Presidente do Comitê da Mobilização Social
Pela Educação de Pindamonhangaba.

SEGUNDA SEMANA DA MOBILIZAÇÃO SOCIAL PELA EDUCAÇÃO DE PINDA

ESCOLA DE PAIS

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

ESCOLHA O TEMA DA 2ª SEMANA DA EDUCAÇÃO DE PINDAMONHANGABA

Vote e escolha o tema da 2ª SEMANA DA EDUCAÇÃO DE PINDAMONHANGABA?

Acesse o site:

www.comitepinda.blogspot.com

Participe.

O primeiro tema da enquete foi escolhido por mim.

Abraços.

Prof. João Moreno.

quarta-feira, 2 de março de 2011

FICHA DE INSCRIÇÃO - REVISTA O FAROL

No link abaixo você poderá baixar a ficha de inscrição para a assinatura anual
da revista O FAROL.



OBS; A ficha de inscrição deverá ser enviada, juntamente com o comprovante do depósito da assinatura, para o e-mail: jmorenofilho@uol.com.br.
Em fevereiro foi lançada a revista O FAROL, a primeira revista evangélica do Vale do Paraíba. Terá editorias nas áreas: Teológica, Psicopedagógica, Sociedade, Religião, etc. A revista O FAROL é de responsabilidade do prof. João Moreno de Souza Filho, que atua, há mais de 16 anos, na área teológica.