sexta-feira, 25 de agosto de 2017

AGENOR DUQUE DESRESPEITA A IG. CATÓLICA - RAZÕES PELAS QUAIS NÃO SOU DEVOTO DOS SANTOS



Foi explorado, recentemente, na internet, um vídeo do "apóstolo" Agenor Duque comparando "Nossa Senhora" à uma garrafa de Coca-cola.

Diante do ocorrido me posiciono apresentando os seguintes argumentos:



O SAGRADO - Estudamos em Sociologia e Antropologia da Religião que o "sagrado" é um fenômeno presente em todas religiões. Todos os movimentos religiosos tem algo considerado "sagrado". Esse fenômeno É TÃO FORTE que influencia a mente, os fundamentos das ideias religiosas, o comportamento, a cultura, os sentimentos, o modo de a pessoa agir e viver em sociedade. 

Diante disso, criticar, atacar algo sagrado é ATINGIR A PRÓPRIA PESSOA, é desvalorizar o ser. NÃO É CORRETO nem uma prática evangelística saudável.

O efeito é contrário. Quem age dessa maneira cultiva inimigos e leva as pessoas a fecharem as portas para o evangelho.

DIFERENÇA ENTRE O SAGRADO E O SANTO - Nem tudo que é sagrado é santo sob o ponto de vista bíblico. Santo é aquilo que foi consagrado pelo próprio Deus. 

Sabemos que os santos da igreja católica não foram separados por Deus, mas por concílios católicos em resposta aos anseios dos próprios católicos. Porém isso precisa ser explicado, ensinado, conscientizado. Jamais devemos ridicularizar os santos católicos. 

RAZÕES PELAS QUAIS NÃO CONSIDERO OS SANTOS CATÓLICOS DIVINOS -

Os santos católicos são desprovidos de Onipotência, Onisciência e Onipresença, atributos pertencentes somente a Deus. Por isso eles não têm condições de proteger, saber o futuro, nem poderes para solucionar problemas. Logo, a oração a eles é ineficiente pois nenhum deles pode atender a oração de todos ao mesmo tempo. (aliás, eles não podem atender a oração de ninguém, pois estão no céu, e lhes faltam a onipresença. Eles não podem estar no céu e na terra ao mesmo tempo).


Se eles tivesse o dever de proteger, só poderiam proteger uma pessoa por vez, deixando os outros milhões de católicos desprotegidos.

Precisamos entender, também, que os santos católicos não têm a atribuição bíblica de interceder pelas pessoas. essa atribuição é de Cristo, e somente dele, conforme ensina a própria Bíblia católica em Hebreus 7.25,26 que diz que Cristo vive sempre para interceder por nós.

A intercessão de Cristo é suficiente. Confiar na intercessão dos santos é desprezar a intercessão de Cristo que é milhões de vezes mais eficiente do que a suposta intercessão dos santos católicos.

Deus  não trocaria a intercessão de Jesus pela intercessão dos santos, isso os padres católicos precisam ensinar aos católicos o que eles não fazem. Por que?

Me limito aqui a falar só isso. Mas há muitas outras razões pelas quais não sou devoto de santos. As apresentarei em outro artigo.

Meu objetivo, aqui, é mostrar que podemos descordar dos ensinamentos da igreja católica sem desrespeitar os princípios católicos. Tal comportamento é coerente com a etiqueta  humana e com a ética divina.

Em Cristo Jesus,

Evangelista e Jornalista,
professor João Moreno.

Zap (19) 9 8870-0405.

CLICK AQUI  e veja como você pode adquirir o livro do professor João Moreno "DECIFRANDO OS CÓDIGOS DO MAL.





Nenhum comentário:

QUERO COMPRAR O LIVRO DECIFRANDO OS CÓDIGOS DO MAL

Código para o site