quinta-feira, 22 de março de 2012

PROVÉRBIOS PARA UMA SOCIEDADE LOUCA!

“O temor do Senhor é o princípio da sabedoria,
mas os loucos desprezam a sabedoria e a instrução.”

     A sociedade brasileira (e mundial) vive uma crise sem precedentes que abala as estruturas da família, os pilares da Ética, remove as certezas dos indivíduos, enfraquece a religião (e a religiosidade) e leva as pessoas para os caminhos do relativismo e da indiferença com os pobres.

     Essa crise (que eu chamo de A CRISE ESPIRITUAL, FAMILIAR, ÉTICA E ANTROPOLÓGICA) tem diversas causas: O relativismo, o materialismo, a competição capitalista, o afastamento de Deus, a não valorização da Bíblia e a não observância de Provérbios, etc.

     Dentre esses motivos gostaria de destacar, aqui, a não observância de Provérbios, terceiro livro da literatura sapiencial, que apresenta centenas de conselhos para a vida cotidiana do ser humano. Esses conselhos objetivam auxiliar o ser humano a viver bem consigo mesmo, com Deus e com o próximo. Incentivam-no a valorizar a família, a respeitar os pais, a apoiar o casamento monogâmico, a desprezar o adultério e a prostituição, a rejeitar a preguiça e a valorizar o trabalho. A prática de todos esses conselhos (e muitos outros presentes em Provérbios) podem, de acordo com os sábios, tornar o homem feliz e tranqüilo diante de Deus e da sociedade.

     Esses conselhos presentes em Provérbios fazem com que este livro seja chamado de O livro da Sabedoria. Sabedoria, aqui, significa a virtude que leva o homem a agir, em sociedade, de acordo com a verdade, com a justiça de Deus, com o bem, e que o leva a rejeitar o pecado, a perniciosidade, e tudo o que desagrada ao Altíssimo e prejudica as outras pessoas.

     Sabedoria também pode ser considerada a antítese da loucura. Este pensamento está presente em todo o livro. Dessa forma, quem rejeita os ensinamentos de Provérbios, é, na verdade, um louco. Diante disto, posso afirmar que quem respeita os pais, é considerado sábio, por outro lado, quem desrespeita os pais, é considerado um louco, em Provérbios.

     Baseando-me no pensamento acima, posso afirmar que a nossa sociedade está louca, pois, a maioria das pessoas preferem agir contra a sabedoria de Provérbios. por causa disto, há problemas, faltam a felicidade e a paz de espírito que só podem ser alcançadas se as pessoas observarem o livro de Provérbios. Não há outro caminho. Não adianta procurá-las nas cartas, nos horóscopos, etc. Esses meios são ineficazes para resolver os problemas dos homens.

     Concluo dizendo que Provérbios nos ajuda a identificar as pessoas sábias de uma sociedade. O sábio, será conhecido pelo seu modo de agir. Dessa maneira, alguém que tem grande conhecimento, porém vive na prática do adultério e da prostituição, desrespeita os pais, pratica e defende o homossexualismo, confia mais nas cartas, nos horóscopos, etc, não é uma pessoa sábia. Sábia é aquela pessoa que tem toda a fé em Deus e age conforme os ensinos de Provérbios. Por isso eu posso bradar: PROVÉRBIOS PARA UMA SOCIEDADE LOUCA! Somente assim o povo se tornará sábio.

A Deus toda a Glória!

Professor João Moreno de Souza Filho.

Mande sua sugestão de temas para:
jmorenofilho@uol.com.br.

Nenhum comentário:

QUERO COMPRAR O LIVRO DECIFRANDO OS CÓDIGOS DO MAL

Código para o site