quinta-feira, 5 de agosto de 2010

LEI DAS PALMADAS, UMA GRANDE BOBAGEM!

Ricardo Kotscho, jornalista e colunista do portal IG, escreveu em seu "balaio" o artigo com o seguinte título: LEI DA PALMADA É UMA BOBAGEM.Para ler o artigo acesse:
http://colunistas.ig.com.br/ricardokotscho/2010/07/27/lei-das-palmadas-e-uma-bobagem/
Gostei tanto do artigo que o recomendei para todos os Senadores e Deputados Federais. Não sei se eles leram. A verdade é que nenhum deles me responderam - até agora - talvez estejam muito oculpados.

É bom explicar, aqui, que o PROJETO DE LEI Nº 2654 /2003, pretende punir os pais que usarem de castigos físicos para corrigir seus filhos. Dentre os castigos encontram-se os beliscões, as palmadas educativas, etc. As punições vão desde advertência, tratamento psiquiátrico, e pasmem, até a perda do pátrio poder.

Sobre isso a Psicóloga Rosely Sayão, respondendo à uma pessoa no bate papo uol, sobre o ato de o Congresso transformar em Lei a disciplina dos filhos, disse: "... considero bem complicada essa historia de transformar em lei. Ao mesmo tempo não sei se é possível ensinar aos pais como educar. Podemos, talvez, dar maior apoio a eles nessa árdua tarefa de educar crianças e jovens. "

Concordo com Sayão e com Kotscho: Lei não transforma, nesse caso, só inibirá os pais. Para ampliar este meu pensamento, segue abaixo as considerações que enviei para nossos nobres Deputados e Senadores:


1) PUNIR OS PAIS, BASEANDO-SE EM UMA LEI, SEM OFERECER ESTRUTURA EDUCACIONAL, COLOCARÁ OS PAIS CONTRA A PAREDE, GERARÁ CULPA NOS FILHOS, DISOLVERÁ A FAMÍLIA.

2) TRANSFORMAR UM TEMA EDUCACIONAL EM LEI, É REDUZIR A EDUCAÇÃO À BUROCRACIA DA LEI. ISSO PREJUDICARÁ O JUDICIÁRIO NA APLICAÇÃO DESSA LEI.

3) OS PAIS NÃO DÃO TAPINHA NOS FILHOS PORQUE GOSTAM. ÀS VEZES É O ÚLTIMO RECURSO PARA TRAZER A CRIANÇA À REALIDADE, PARA EVITAR UM PERIGO IMINENTE DIANTE DE UMA TEIMOSIA.

4) PIOR DO QUE O TAPINHA É O SILÊNCIO PERMISSIVO DE MUITOS PAIS, QUE POR MEDO DE DISCIPLINAR, DEIXAM OS FILHOS FAZER O QUE QUEREM. ESTE SILÊNCIO PERMISSIVO QUE FAZEM OS FILHOS SE SENTIREM ABANDONADOS, NO FUTURO, NÃO DEVERIA SER PUNIDO TAMBÉM?

5) JÁ HÁ LEIS QUE PUNEM VIOLÊNCIA CONTRA AS CRIANÇAS. MAS ISSO É MUITO DIFERENTE DE UMA PALMADA PREVENTIVA E PEDAGÓGICA. OBSERVEM: FALEI PREVENTIVA, O QUE OS PENSADORES DA LEI NÃO VIRAM ESTE LADO.

6) COMO LEGISLADORES SÁBIOS, PEÇOS-VOS PARA IMPEDIR QUE ESTA LEI GERE INSEGURANÇA NOS PAIS, NOS JUÍZES E DESESTRUTURAÇÃO DA FAMÍLIA.

7) LUTEM PARA QUE O GOVERNO SE ESFORÇE PARA EDUCAR, QUE SEJA MAIS EDUCATIVO E MENOS PUNITIVO, QUE NÃO ENTREM TANTO NA PARTICULARIDADE DAS PESSOAS.

8) ESTA AÇÃO DE O GOVERNO QUERER CONTROLAR TUDO, PENSAR POR TODOS, PODE LEVAR-NOS À UM ESTADO COMUNISTA NO QUAL TODOS FAZEM O QUE O ESTADO QUER E SÓ DIZEM O QUE O ESTADO QUER QUE DIGAM.

9) O ARGUMENTO DE QUE UM TAPINHA GERA TRAUMAS É REDUCIONISTA. QUEM ARGUMENTA ASSIM SE ESQUECE DE QUE MILHÕES DE PESSOAS DEIXARAM DE FAZE COISAS ERRADAS NA INFÂNCIA DEPOIS DE BOAS CHINELADAS. EU SOU UM DELES. MUITAS VEZES UMA CHINELADA DA MINHA MÃE FALAVA MAIS ALTO DO QUE 10 NÃOS DELA. ELA DEVERIA SER PRESA POR ISSO? CLARO QUE NÃO. FOI A EDUCAÇÃO DELA E O MODO DELA ME CORRIGIR QUE ME FEZ SE O QUE SOU!

10) PARA CONCLUIR: DEVEMOS PENSAR QUE UM ADOLESCENTE REBELDE DE 14, 15 ANOS, QUE GRITA COM A MÃE, NÃO DEVE SER TRATADO COMO UMA CRIANÇA DE 2,3 OU 4 ANOS.

ACHO QUE O ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), E AGORA ESTE PROJETO DE LEI, MISTURAM AS COISAS: CONFUNDEM ESPANCAMENTO COM TAPINHA; NÃO FAZ A DIFERENÇA ENTRE CRIANÇAS NOS PRIMEIROS ANOS E ADOLESCENTES DESOBEDIENTES QUE TEM 14, 16 ANOS.


Prof. João Moreno de Souza Filho



Pai, amante do Brasil e da disciplina, que foi disciplinado pelos pais, INCLUSIVE COM PALMADINHAS, e por isso aprendeu a amá-los.

2 comentários:

O FAROL disse...

De fato, este projeto de lei, se aprovado, prejudicará os pais e fortalecerá os filhos rebeoldes.

Anônimo disse...

O projeto lei que inibe a correção dos filhos, dentre vários outros que tramitam no Congresso, não estão visando o fortalecimento da justiça e da equidade e sim a destruíçãos de principios fundamentais da fé cristã. Enquanto a Bíblia diz para corrigir o menino com vara, o projeto lei diz que nem uma palmada pode dar no filha. A Bíblia mas uma vez fica de fora, na mentalidade deste sem números de pessoas que não pretendem tirá-la das mãos, mas sim do coração das pessoas, o que faria que o mundo fique sem governo espiritual.

QUERO COMPRAR O LIVRO DECIFRANDO OS CÓDIGOS DO MAL

Código para o site